Acolhimento a viúvas e viúvos: seg. a sexta das 08h às 12h
Rua Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP

Recomeçar

Por Andréia Baroni

Um dia você está casada, feliz, tem filhos lindos, enfim aquela família tão sonhada está formada. Você está plena, provavelmente não tenha uma vida perfeita, afinal a perfeição não existe, mas tudo bem, você tem a vida que sonhou e é feliz assim.

O tempo passa e de um minuto para o outro tudo muda, a morte chega e leva seu grande amor para o outro lado do caminho.

A morte pode chegar de repente ou ir levando a pessoa amada aos poucos, mas o fato é, seja como for, um acidente ou uma doença que se agravou com os anos. Nunca estamos prontos para essa separação.

Ficamos sem chão, sem rumo, mas nossa vida continua e precisamos recomeçar, seguir, reaprender a viver, aquela vida não existe mais, você não é mais a mesma pessoa. Neste momento, contra a nossa vontade, começa uma nova vida, você dorme uma pessoa e acorda outra, você precisa se redescobrir, entender o que essa pessoa que ficou gosta, reconfigurar essa nova estrutura de família.

Nesta nova fase, este recomeço leva tempo, tempo pra se entender, tempo de aprender a lidar com o luto, tempo de se redescobrir e descobrir que a felicidade está em você e não no outro, como muitas vezes projetamos.

A palavra viúva (o) é muito pesada, mas esse é o nosso estado civil, teremos que conviver com ela por um bom tempo ou muitas vezes pelo resto da vida.

Então ao invés de olharmos para ela com pesar vamos olhar para ela com gratidão, pois só temos ela em nosso caminho porque vivemos um grande amor.

Etiquetas: ,

  • R. Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP
  • (19) 99304-2682 ou (19) 3368-4710
  • contato@acolhecomamor.com.br
  • Devido a pandemia não temos atendimento presencial, somente on-line