Acolhimento a viúvas e viúvos: seg. a sexta das 08h às 12h
Rua Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP

Depoimento Franciléia

Conheci meu eterno amor em março de 2002, por intermédio de uma irmã! Ele era policial militar e fazia bico de segurança em um supermercado onde minha irmã trabalhava. Em um sábado, voltando do trabalho, passei por lá e ela estava com um amigo, que não notei a princípio, não me atraiu em nada. E assim outras diversas vezes, até que minha irmã comentou que ele, – Miguel- (nome do meu amor) estaria interessado em mim! No início levei na brincadeira, pois apesar de simpático e cheio de outras muitas qualidades, ele realmente não me atraía. Após muita insistência dele resolvi tentar, e bastou um beijo para que eu me apaixonasse por ele.

            Com a paixão, vieram também muitos problemas: nossa diferença de idade era   grande, eu tinha 15 anos e ele 40, ele já havia sido casado. Enfrentamos juntos, pois tanto o fator idade, quanto o casamento anterior eram obstáculos ao meu pai, um homem muito religioso. Com seis meses de namoro, fomos morar juntos e após três meses, nos separamos. Ambos possuíamos gênios muito fortes. Voltei a morar com meus pais, porém o relacionamento continuou por mais dois anos, quando voltamos a morar juntos, dessa vez para sempre.

Após seis anos, nasceu nosso filho, Miguel, como o pai, concretizando o sonho dele em ter um filho com seu próprio nome. Seguimos nossa vida em família! Como marido e esposa, às vezes, passamos por pequenas crises, mas nada que nos afetasse, em poucos minutos resolvíamos. Não era possível que ficássemos muito tempo brigados!

NO ENTANTO, EM UM SÁBADO, VÉSPERA DO MEU ANIVERSÁRIO em 09 de dezembro de 2017 A MINHA VIDA MUDOU! Miguel era sempre muito misterioso e senti que me escondia algo. Como meu aniversário estava próximo, suspeitei que poderia estar preparando uma surpresa. Confirmei após sua partida que sim, ele realmente estava preparando uma surpresa para mim!!

Nesse sábado, ele deveria estar trabalhando, mas no seu intuito de me surpreender, tirou folga e foi fazer um bico, a reforma de um portão. Levantamos cedo, levamos nosso filhona escola para uma reposição, buscamos o pequeno Miguel, fui ao salão, que ele mesmo marcou para mim, ele me buscou no salão. Por volta das 15 horas, foi ao seu local de trabalho verificar como o outro segurança estava cumprindo sua folga. Aproximadamente às18:30 conversamos um pouco pelo telefone, uma conversa de rotina. A ligação caiu algumas vezes, por ter sido feita via internet. Não poderia jamais imaginar que seria a última vez que ouviria sua voz suave e tranquila! Nós não nos despedimos! Pensei que ele voltaria para casa. Lá pelas 20:00 horas   eu senti uma agonia, uma coisa estranha e tentei ligar novamente, mas a ligação não completou. Coloquei o telefone na mesa e ele tocou em seguida: era meu irmão com a pior notícia que recebi em toda a minha vida!!

Miguel, ao ser reconhecido como um policial militar, foi atingido por pura maldade! Tiraram a vida do meu eterno amor, meu companheiro de todas as horas, pai do meu filho, o melhor pai que eu poderia ter dado a ele. Meu mundo desabou! Perdi meu grande amore me despedi dele no dia do meu aniversário!!!

Ele era um homem bom, humilde, de um coração gigantesco e generoso. Aprendi demais com ele. Me ensinou a ser corajosa, uma guerreira que tudo enfrenta. Foram 16 anos de união e desde sua partida o amor só aumentou, eu o amava e sigo amando. Sigo a vida com esse amor guardado no melhor lugar do meu coração, sigo com nosso filho, a herança do nosso amor. Já se passou 1 ano e 2 meses desde a sua partida, e não há um dia sequer que eu não lembre dele. Que eu não sinta falta da nossa vida, da nossa rotina. Confesso que ainda me dói muito! Eu faria qualquer coisa para saber se ele está bem!

Sofro muito em saber que jamais irei vê-lo novamente. Apesar de todo o sofrimento, sigo em frente pelo nosso filho, um dia cada vez. Procuro forças no nosso filho para seguir adiante Sei que Miguel me ajuda nessa tarefa junto a Deus! Sei que um dia iremos nos reencontrar em um lugar lindo, onde não há tristeza, junto do nosso criador!! Porque só Ele sabe de todas as coisas, e sem os cuidados Dele eu não teria chegado até aqui!

Etiquetas:

  • R. Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP
  • (19) 99304-2682 ou (19) 3368-4710
  • contato@acolhecomamor.com.br
  • Devido a pandemia não temos atendimento presencial, somente on-line