Acolhimento a viúvas e viúvos: seg. a sexta das 08h às 12h
Rua Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP

Depoimentos


Conheça aqui um resumo de como outras pessoas vivenciaram o luto... talvez você se identifique com uma delas e possa pensar em um novo caminho a seguir... reaprendendo outra forma de viver.


Depoimento Rita

Durante muito tempo eu ensaiei escrever meu relato para a Acolhe, porque me faltavam

palavras. Não só palavras, me faltava o ar, me faltava o chão. Me faltava tudo.

Fui casada com o Leandro (Lê) por 12 anos. O Lê apareceu em minha vida num momento em que eu estava descrente de tudo. Ele mudou tudo em mim. 

Continue lendo

Depoimento Edcleia

Fui casada por 34 anos. Nos casamos quando eu tinha 17 anos e meu marido 20. Passamos necessidades na vida pois praticamente crescemos juntos. Tivemos duas filhas que hoje têm 30 e 20 anos.

Continue lendo

Depoimento Ana Paula

Eu e Clayton começamos a namorar em 1997 e nos casamos em 2004. Foram 18 anos juntos.

Dia 01/12/2015, um dos dias que não sai da minha cabeça. Clayton havia feito o exame mielograma no dia 30/11, infelizmente bem no dia do meu aniversário e estávamos esperando o exame ficar pronto. No dia 02, me lembro que nos levantamos, fui lavar roupas e planejávamos fazer compras à tarde. Porém, minha irmã me ligou e disse que a médica pediu para o Clayton ir ao consultório.

Continue lendo

Depoimento Cicca Dorini

Eu já era divorciada e conheci o Zhe em 2005 pelo Orkut. Tínhamos muito amigos em comum, por causa da nossa profissão, mas ainda não nos conhecíamos pessoalmente! Eu era atriz e bonequeira e trabalhava com Teatro de Animação. Ele também, além de ser iluminador e diretor de teatro. Veio o Facebook e em junho de 2016, onze anos depois, conversávamos bastante sempre por mensagens. Eu estava me recuperando de uma cirurgia no tornozelo, e por não poder andar, desenvolvi como Artista Plástica um trabalho com Mandalas em aquarela. Ele adorou a ideia, começou a pintar também, já que era artesão. E estreitamos laços.

Continue lendo

Depoimento Ariadne

Meu nome é Ariadne, tenho 34 anos e minha história de amor começou no ano de 2000 quando tinha apenas 15 anos de idade e meu amor Sergio, 25 anos de idade. Essa diferença de idade fazia com que meus pais não aceitassem nosso relacionamento, então nos encontrávamos as escondidas. Nos conhecemos na rua onde moro, ele era amigo de meu irmão.

Continue lendo

Depoimento Bruna, 28 anos

Me chamo Bruna, tenho 28 anos e dois filhos. Breno vai fazer 4 anos e Davi tem 8 anos. Perdi meu marido Allan há 2 meses e meio, numa sexta-feira de carnaval, dia 21/02/2020. Fizemos aniversário de casamento dia 20, um dia antes da morte dele, quando a minha vida, até então feliz, apesar das dificuldades do dia a dia, virou um pesadelo para mim!

Continue lendo

Depoimento Virgínia Taketani

Conheci o Vagner em outubro de 1975, eu com 18 e ele com 22 anos. Eu no 3º ano do segundo grau e ele no 3º ano da Escola Naval. Nos conhecemos na casa de um amigo em comum. Eu tinha uma amiga viúva que tinha apenas 18 anos e que estava muito triste. Passei a noite toda conversando com um amigo em comum sobre ela, mal tendo olhado para o Vagner. Para ele, no entanto, foi amor à primeira vista, tanto que fez o possível para provocar outros encontros para que pudéssemos nos conhecer. E deu certo. Começamos a namorar 15 dias depois e em seis meses estávamos marcando nosso noivado.

Continue lendo

Depoimento Alessandra Laurindo

Conheci o Marcos em 1993 quando eu tinha 13 anos. Estudávamos na mesma escola. Ele me chamava de piolhenta. Um dia ele perguntou se eu queria namorar com ele e eu disse que não, pois tinha só 13 anos. Em 1994 começamos a namorar, percebi que ele era o amor da minha vida e sabe aquela sensação de ficar feliz quando a gente vê uma pessoa, era isso que eu sentia toda vez que o via.

Continue lendo

  • 1
  • 2
  • 5
  • R. Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP
  • (19) 99304-2682 ou (19) 3368-4710
  • contato@acolhecomamor.com.br
  • Horário Funcionamento: segunda, quarta e sexta das 08h às 12h.