Acolhimento a viúvas e viúvos: seg. a sexta das 08h às 12h
Rua Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP

Dia Internacional da Viúva

Por Virgínia Taketani

Dia Internacional da Viúva! Quem em sã consciência gostaria de ser homenageado ou de comemorar essa data? Quem gostaria de estar separado do resto da sociedade, num grupo que ninguém entende e todo mundo julga?

Continue lendo

Dia dos Namorados

por Andréia Baroni

Hoje é dia dos namorados e pra uma viúva isso pode significar um dia de muitas saudades, muita dor e solidão.

A falta fica evidente.

O buraco no peito cresce e sangra.

Continue lendo

Balanço de uma Viuvez

Por Marina Castellani

Perguntaram-me como era ser viúva depois de mais de dois anos e meio do acidente que tirou a vida do meu marido abruptamente.

Fiquei tentando refletir. Não existe mais revolta e a compreensão que a vida é finita e que os ciclos terminam, querendo a gente ou não, agora fazem mais sentido.

Continue lendo

Saudade

por Içami Tiba

Estou sozinho, sem ninguém por perto, sem radio nem televisão…

Só ouço o coaxar distante dos sapos, os grilos da noite…

… e o bater de meu coração!

A minha mente vêm as lembranças e a sensação: falta você.

Continue lendo

Por Virgínia Taketani

Entre as   analogias para comparar o processo de luto que conheço, uma das que mais tenho afinidade é a do jogo de tabuleiro. Após a perda de nossos companheiros somos convidados diariamente a rolar os dados. Se tivermos sorte avançamos umas casas, mas também podemos ficar parados ou até mesmo termos que retroceder algumas casas, sabendo que nosso objetivo é alcançar a linha de chegada onde está escrito “sobrevivi”.

Continue lendo

Texto de Thaís Vilarinho – Mãe Fora da Caixa

Difícil falar sobre perdas. Principalmente sobre as prematuras.


Deve ser muito duro ter tudo no lugar e no minuto seguinte ver o mundo desabar.

Um parceiro, um sonho compartilhado, uma família construída e de repente você se vê sozinha.

Continue lendo

Por Virgínia Taketani

O tempo vai passando e a gente vai se acostumando a conviver com a falta que nossos amores fazem em nossa vida. Mas, em momentos como esse em que somos postos em isolamento essa falta se torna ainda maior, principalmente para viúvos sozinhos, com filhos criados ou sem filhos e que ficarão sozinhos em suas casas como eu.

Continue lendo

Não Deixe Assuntos Inacabados

Por Andréia Baroni         

A vida é simplesmente bela, mesmo com todas as suas dores e amores, mas muitas vezes não nos damos conta e nos prendemos a assuntos insignificantes, discutimos por besteiras, temos crises de ciúmes sem motivos e isso gera discussão, mal-estar e tristeza.

Continue lendo

Saudades e Algumas Fases

Por Ana Carolina Macedo

Alguns anos atrás, precisamente 16 anos, ouvi dizer: “Deus sabe o que faz.” Nunca duvidei, hoje mais do que nunca, mas, naquele dia confesso que questionei comigo mesma: “Será que sabe das consequências também?”.

Continue lendo

O tempo e luto

Por Andréia Baroni

No dicionário a definição de tempo diz: “substantivo masculino. Duração relativa das coisas que cria no ser humano a ideia de presente, passado e futuro; período contínuo no qual os eventos se sucedem.

Continue lendo

  • 1
  • 2
  • R. Barão de Paranapanema, n. 146, Bloco B, Sala 62, Bosque, Campinas - SP
  • (19) 99304-2682 ou (19) 3368-4710
  • contato@acolhecomamor.com.br
  • Horário Funcionamento: segunda, quarta e sexta das 08h às 12h.